Add to favourites
News Local and Global in your language
20th of October 2018

Brasil



Desenvolvimento rural sustentável é tema de evento em Brasília

(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)Um dos maiores desafios do século 21 é aumentar a produção de alimentos por meio da adoção de práticas que gerem menos impactos para o meio ambiente. Por isso mesmo, as técnicas agrícolas adotadas no Brasil, um país continental, são observadas por governos e organizações internacionais. A capital do país está no centro das discussões que podem nortear o futuro da humanidade em relação à alimentação e proteção dos recursos naturais. A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) realizam nesta quarta-feira (12/9), em Brasília, um seminário que vai difundir experiências para garantir o crescimento da atividade agropecuária sem ameaçar a existência das próximas gerações.O Agro em Questão terá como tema a cooperação internacional e desenvolvimento rural sustentável. Em outros dois painéis serão debatidos “Fundos internacionais, setor público e produtores rurais: parcerias para o desenvolvimento sustentável da agropecuária no Brasil” e “Preservação ambiental e competitividade agropecuária: parcerias entre produtores rurais e a sociedade civil organizada”.Durante o encontro será lançado o Portfólio de Cooperação de serviços do sistema, um documento de 34 páginas que reúne práticas agrícolas e tecnologias que associam produção agropecuária, melhoria da qualidade de vida no campo e preservação ambiental. Por meio de assistência técnica e ações de promoção social, o Senar leva essas tecnologias para produtores em todo o Brasil. As metas prioritárias são a redução de custos de produção e a melhoria de renda do agricultor. O portfólio está disponível em português, inglês, francês e espanhol.Os cases brasileiros de sucesso atraem, cada vez mais, o interesse de agricultores em outros países em desenvolvimento, principalmente na África, além de organismos e fundos internacionais. Muitas ações e projetos realizados com as comunidades rurais assistidas são modelos adaptáveis a outras regiões. O projeto ABC Cerrados para a recuperação de pastagens degradadas no bioma Cerrado brasileiro é um exemplo de sucesso a ser apresentado no seminário, inclusive por meio de depoimentos de um produtor rural. O projeto é realizado pelo Senar, Banco Mundial e Ministério da Agricultura.O representante da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), Alan Bojanic, será o moderador do debate. Ele espera que o evento incentive a criação de uma agenda de adaptação às mudanças climáticas pelos produtores nos seus estados e que, futuramente, essas ações se configurem em uma proposta nacional. “Precisamos de um diálogo articulado e de uma ação conjunta entre governos, agências internacionais e produtores. As mudanças climáticas chegaram para ficar e, cada vez mais, estamos sendo impactados”, disse Bojanic.O objetivo do seminário é mostrar a experiência institucional e a capacidade gerencial do Sistema CNA na execução de projetos para a melhoria das condições socioeconômicas do meio rural, segundo Thiago Masson, assessor técnico da Superintendência de Relações Internacionais da CNA. “Também será uma ótima oportunidade para demonstrarmos a fundos e organismos internacionais as inúmeras contribuições dos produtores rurais para a preservação ambiental no Brasil”, explicou Masson.ServiçoSeminário Agro em Questão: cooperação internacional e desenvolvimento rural sustentávelQuando: Quarta-feira, 12 de setembroOnde: Auditório do Sistema CNA/SENAR, em BrasíliaHorário: Das 8h30 às 15h30Read More




Leave A Comment

More News

Brasil

Disclaimer and Notice:WorldProNews.com is not the owner of these news or any information published on this site.