Add to favourites
News Local and Global in your language
23rd of October 2018

Entretenimiento



Justiça mantém condenação de Zeca Camargo por conta de texto sobre Cristiano Araújo

Disputa no tribunal12/09/2018 | 07h38

Jornalista terá que indenizar a família do cantor sertanejo em R$ 60 mil "); (function() { var scriptFB = document.createElement("script"); scriptFB.id = "javascript-facebook"; scriptFB.type = "text/javascript"; scriptFB.async = true; scriptFB.src = ("https:" == document.location.protocol ? "https://" : "http://") + "connect.facebook.net/pt_BR/all.js#appId="+facebookAppId+"&xfbml=1"; s = document.getElementsByTagName("script")[0]; s.parentNode.insertBefore(scriptFB, s); }()); document.write("");

Tribunal de Justiça de Goiás anunciou na última segunda-feira (10) que será mantida a condenação do jornalista Zeca Camargo. Ele terá que  indenizar em R$ 60 mil a família do cantor Cristiano Araújo,  morto em um acidente de carro em junho de 2015, e à empresa que administrava a carreira do músico por conta de uma crônica.  Segundo o TJGO, a crônica de Zeca ironizava a situação de Cristiano.  

Leia maisMorte do cantor sertanejo Cristiano Araújo completa três anos"Aprendi a separar o tiete do repórter", diz Zeca CamargoVÍDEO: Zeca Camargo prepara biografia de Elza Soares

O jornalista já havia sido condenado em primeiro grau, mas sua defesa entrou com um recurso alegando que ele não era responsável pelas cenas apontadas por deturpar a imagem de Cristiano Araújo. Ele ainda levantou a tese da liberdade de expressão e alegou que estava usando o acontecimento para refletir sobre as comoções em massa no Brasil.  

 O processo contra Zeca Camargo foi movido depois que o apresentador leu um texto no Jornal das Dez, do canal GloboNews, questionando a fama do sertanejo e a cobertura de sua morte — ele definiu Araújo como um "quase desconhecido". A crônica saiu apenas quatro dias após a morte trágica do músico, que morreu ao lado da namorada, Allana Coelho Pinto de Moraes, em uma viagem de carro em Goiás.  

No processo movido contra Zeca, os sócios e o pai do cantor, João Reis de Araújo, afirmam que a morte do músico causou comoção nacional e que o apresentador teria "debochado deste momento em uma crônica cruel, infundada, insensível e preconceituosa".

À coluna F5 do jornal Folha de S. Paulo, Zeca disse que não teve a intenção de ofender e que sua crônica foi mal interpretada. "Embora nunca tenha ofendido nem ao cantor nem a ninguém da sua família (e muito menos seus fãs) numa crônica mal interpretada que comentava não sobre a qualidade da uma manifestação artística, mas sobre a repercussão do acontecido na mídia, e apesar de ter pedido desculpas publicamente à época, tomei conhecimento hoje do teor da sentença e vou recorrer", informou o apresentador por meio de nota.

Na decisão de janeiro, a juíza Rozana Fernandes Camapum escreveu que Zeca não respeitou o luto da família e que a crônica sugeria que o músico não merecia comoção nacional nem mesmo grandes funerais públicos. 

Além da indenização, Zeca deverá pagar todas as despesas processuais e honorários advocatícios fixados em 15% sobre o valor da condenação. A advogada da família e dos sócios de Cristiano Araújo informou que o dinheiro será repassado à instituição de caridade mantida pela mãe do cantor.

Read More




Leave A Comment

More News

Marie Claire

Últimas Notícias -

Revista Quem Acontece

Extra Online - Famosos

Entretenimento

Olá, Serra Gaúcha! -

Disclaimer and Notice:WorldProNews.com is not the owner of these news or any information published on this site.